Curso de Ciências Contábeis

Turnos

Diurno e Noturno

Duração

8 semestres

Campus

Unidade I

Autorização

Portaria Ministerial Nº 536, de 25 de agosto de 2014

Missão do Curso

Tornar-se um centro de referência na formação de bacharéis em Ciências Contábeis com solidez na qualificação técnico-científica, contribuindo para o exercício de suas atribuições profissionais, com competência, criatividade e responsabilidade ética; proporcionando-lhes uma visão crítica e analítica do mundo, preparando-os para os desafios do mercado, em suas várias áreas de atuação e no exercício da cidadania.

Objetivo Geral

O curso de Ciências Contábeis da Faculdade Ratio, busca formar profissional ético, empreendedor, com amplos conhecimentos em diferentes áreas da contabilidade e de conhecimentos afins e correlatos.

Objetivos Específicos

Formar profissional contábil, com posicionamento e direcionamento para gerenciar as informações produzidas pela contabilidade, oriundas do ambiente externo à organização, de forma a apoiar adequadamente o processo decisório em empresas públicas ou privadas, podendo executar suas atividades tanto como profissional liberal quando empregado.

Formar profissionais capazes de:

Conhecimentos básicos e específicos contábeis para o exercício da profissão;

Elaborar e Analisar escritura contábil de empresas em geral;

Saber trabalhar em equipe identificando o cliente externo e interno, satisfazendo suas necessidades, e formando parcerias eficazes para melhor atendê-los;

Habilidade e competência de se manter atualizado, interpretando corretamente as normas, leis e resoluções, fazendo delas não uma ameaça, mas oportunidades para alavancar situações;

Aplicar corretamente os conhecimentos adquiridos ajustando-os à realidade da empresa, dentro da ética e dos princípios contábeis normalmente aceitos;

Identificar o cliente interno, tão importante quanto o externo, buscando satisfazê-lo cada vez melhor – os usuários das informações contábeis necessitam de informações para balizarem as suas ações e controlarem os seus desvios, e o contador é seu parceiro no monitoramento desse processo. Essa interface “contador-cliente interno” é uma zona de constante conflito que requer competência e habilidade do profissional para dominar o seu ego em benefícios dos interesses do todo. O desenvolvimento dessa competência interpessoal é fundamental para o sucesso do profissional em contabilidade – é essa “competência” que deve ser priorizada;

Competência e habilidade em negociar prazos e relatórios com clientes internos e interessados externos, como fiscais e auditores, defendendo os interesses da empresa, dos acionistas e da própria comunidade.