Pedagogia

MISSÃO DO CURSO

Adequar e atualizar a formação dos professores – tanto nos cursos de formação inicial como na formação continuada – incluindo entre outras, neste processo, a competência de trabalhar com as novas tecnologias; trabalhar com populações com características diferentes de suas próprias (da cultura, da linguagem, da família, da comunidade, do gênero, da escolarização), trabalhar em outros ambientes educacionais além da escola.

Implementar processos de formação de profissionais para atuar na escola básica, pois esta ainda constitui local privilegiado do acesso ao conhecimento para a grande maioria dos brasileiros. Assim, a IES precisa se responsabilizar pela formação de profissionais capazes de contribuir para a inserção social crítica e construtiva de toda a população.

Ou seja, é preciso dominar bem os conhecimentos fundamentais de várias áreas para poder aplicá-los sempre que for preciso e, para acompanhar o desenvolvimento constante do conhecimento, da tecnologia e da sociedade. Para que isso se efetive necessitamos de profissionais habilitados para esses desafios.

 

CONCEPÇÃO DO CURSO

A demanda das classes populares pela instituição escolar mudou o sentido outrora atribuído à educação para a vida. São outras as vidas que agora acorrem à escola – além daquelas oriundas das classes média e alta, clientela por excelência dos períodos anteriores – exigindo um novo projeto de escola que atenda essas vidas diferentes e que tenha, portanto, como norte a superação das desigualdades sociais.

A situação da instituição escolar se torna mais complexa, ampliando a complexidade para a esfera profissional. Os processos de ensino e aprendizagem já não podem mais ser vistos como reduzidos ao domínio dos conteúdos das disciplinas e à técnica para transmití-los.

É agora exigido do profissional da educação que lide com um conhecimento em construção – e não mais imutável – e que analise a educação como um compromisso político, carregado de valores éticos e morais, que considere o desenvolvimento da pessoa e a colaboração entre iguais e que seja capaz de conviver com a mudança e com a incerteza.

Aprender a ser um profissional da educação, nesse contexto, não é, portanto, tarefa que se conclua após estudos de um aparato de conteúdo e de técnicas para a transmissão deles. É uma aprendizagem que deve se dar por meio de situações práticas que sejam efetivamente problemáticas, o que exige o desenvolvimento de uma prática reflexiva competente.  Exige ainda que, para além de conceitos e de procedimentos, sejam trabalhadas atitudes, sendo estas consideradas tão importantes quanto aqueles.

Essa idéia de continuum obriga ao estabelecimento de um fio condutor que vá produzindo os sentidos e explicitando os significados ao longo de toda a vida profissional, por meio de um processo constante de reflexão na e sobre a ação. Destaca-se, nesse processo de desenvolvimento ao longo da vida, a importância e o papel da formação inicial que tem a universidade como seu “locus” privilegiado.

A partir da análise desses cenários é que a Faculdade Ratio se preocupou em elaborar um projeto pedagógico que privilegiasse a formação de um profissional generalista, fosse também polivalente e, no decorrer do curso, pudessem ser desenvolvidas competências e habilidades que caracterizem o profissional, atento às mudanças organizacionais.

 

OBJETIVOS DO CURSO

O Curso de Pedagogia, aqui apresentado, fundamenta-se em pressupostos que consolidam uma visão social transformadora de mundo, concebendo a formação de um profissional que, pela   reflexão e pela dúvida, envolve-se numa prática e busca confrontá-la com   a   teoria, retornando   ao   cotidiano para   refazê-la.  Desde sua implantação, este será o desenvolvimento deste curso, considerando sempre a perspectiva do profissional de educação, apontada por Coelho (1996, p. 39), quando defende que:

“acima de tudo um educador é não apenas um especialista no ensino de alguma disciplina. Daí a necessidade de uma formação totalizante, fundada na compreensão ampla da educação como processo histórico-social, no domínio dos conteúdos como realidades em construção, na competência didático-metodológica e em determinados valores e atitudes, como o questionamento, a liberdade, o respeito ao outro, a responsabilidade, a fidelidade, a justiça, a ética, a disciplina, a pontualidade”.

 

OBJETIVO GERAL
  • Formar um docente para atuar na Educação Infantil, no Ensino Fundamental e na Educação de Jovens e Adultos, Educação Indígena, incluindo a perspectiva inclusiva dos portadores de necessidades educativas especiais;
  • Formar o docente/gestor para atuar nas diversas instâncias sociais em que se efetivem processos de organização, gestão e práticas educativas de modo que ele seja capaz de contribuir para a universalização do saber historicamente acumulado e para a produção de novos saberes;
  • Focalizar a formação do profissional-pedagogo no desenvolvimento da pesquisa, para torná-lo um professor reflexivo, partindo das perspectivas de análise de caráter intra-escolar, centradas em variáveis internas do próprio desenvolvimento profissional e também considerando as dimensões contextuais e político-ideológicas necessárias à atuação desse profissional;
  • Formar um intelectual crítico, capaz de responder às novas exigências educacionais a partir de sua prática reflexiva, com base sólida de conhecimentos e saberes historicamente construídos, e com qualidade acadêmica e social;
  • Garantir a formação de um educador comprometido com a educação inclusiva e com a diversidade cultural para a construção de uma sociedade justa, igualitária e ética;
  • Formar o pedagogo para atuar no 3º milênio, numa concepção de educação permanente, de contínuo aperfeiçoamento teórico-prático, considerando as demandas contemporâneas sócio-históricas, a perspectiva e a exigência do mundo social e do trabalho, que estão sempre em processo de transformação.
  • Desenvolver postura humanística com visão sistêmica e global, favorecendo e privilegiando a qualidade de vida das pessoas, das comunidades, e da sociedade na qual está inserido, considerando sempre que a Pedagogia é uma Ciência Social complexa, dinâmica e globalizada e inserida em ambientes altamente competitivos e que exige constante atualização do processo de ensino aprendizagem.

 

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Formar profissionais capazes de:

  • Reconhecer a ação educativa como prática social de intervenção e transformação da sociedade;
  • Compreender a dimensão pedagógica da ação educativa com seus três elementos – o conhecimento, o ensino, a aprendizagem, como objeto de estudo e referência para a atuação do Pedagogo;
  • Compreender os aspectos políticos, pedagógicos e epistemológicos como constitutivos do planejamento e do exercício da ação educativa formal e não formal;
  • Compreender a inclusão em seu sentido mais amplo, mantendo uma atitude de respeito à diversidade;
  • Apreender o significado e as funções das diferentes modalidades de avaliação – do       ensino, da aprendizagem, do currículo e das instituições de ensino;
  • Considerar o conhecimento e todos os valores éticos, estéticos, morais, políticos e científicos que lhe são inerentes, como conteúdo que confere significado às relações sociais e culturais que se estabelecem nas ações educativas;
  • Perceber a escola em suas dimensões política, pedagógica e administrativa, como instituição responsável pela transmissão cultural do conhecimento entendido como patrimônio científico, acumulado ao longo das gerações, e pela revisão crítica que promove o avanço ético, estético, moral e científico desse patrimônio.